Expresso Continental

segunda-feira, 19 de outubro de 2009


                      
                      Capitulo 4 - Tudo de novo.
  Amy andava apressadamente queria chegar mais cedo no trabalho, faltavam duas horas para começar o expediente. Quando ela chegou a firma estava vazia, com exceção do pessoal que trabalhou a noite, seguranças e serviços gerais.
  Assim que passou pelo segurança diminuiu a velocidade dos passos e passou a andar pesadamente até o elevador e do elevador até a sua sala.
  Com todo esse trabalho extra em breve poderei por meu plano em pratica - pensou Amy se jogando na  sua cadeira.
  "-Depois que o trem estiver pronto você nunca mais precisará trabalhar! - disse Matin alisando o rosto de Amy.
  -Não quero parar de trabalhar, quero apenas construir meu projeto, vê-lo realizado.
  -Realizarei seu sonho..."
  Amy tentou afastar esses pensamentos de sua mente e focar apenas o trabalho. Arrumando os seus papeis ela encontrou uma rosa de plástico com um doce aroma, quase real.
  -Mas... O que é isso? - ela cheirou a rosa e suspirou - Martin...
  O resto do expediente da manhã foi normal e tranqüilo, até que chegou a hora do almoço.
  -Olá Amy -disse uma voz doce.
  Amyy estava atolada em papeis, demorou um pouco e ela olhou pra frente. Lá estava Jonny Waller, seu colega de trabalho, encostado na parede e olhando para ela com grandes olhos acastanhados.
  -Waller? Algum problema? Estão precisando de mim? Você preci...
  -Calma garota - disse ele interrompendo-a  - Só achei que você estava trabalhando demais e...
  -Desculpa mas estou ocupada e...
  -Sei que está ocupa, só trouxe um almoço pra você - disse ele entregando-a um pacote - Percebi que você não tem almoçado.
  -É... Bem... Eu... Eu... -Amy procurava as palavras certas para dizer.
  -Eu ainda não almocei então se importa se eu me sentar e...?
  -Sinta-se à vontade - disse ela energética.
  Amy abriu o pacote e começou a comer, ela não parava de trabalhar. E não  era nem um pouco desajeitada    
fazia tudo com método e ordem. Jonny ficou apenas olhando enquanto comia.
  -Mar... Waller! Obrigada - disse ela sem olhar para ele.
  -Não foi nada - disse ele levantando e saindo.
  "-Você trabalha demais Amy - disse Martin com a caixa de almoço na mão - Você precisa comer, precisa se cuidar.
  -Eu preciso terminar isso logo! Amanhã será a reunião final e eu quero apresentar minhas idéias.
  -Assim você vai ficar doente. Ao menos coma. Não quero te perder por uma besteira dessas."
  Amy passou o resto do dia pensando em Jonny.
  Como ele foi gentil! Mas por que se preocupar?
  No dia seguinte para retribuir a gentileza Amy comprou café e brioches e deixou na mesa de Jonny com um bilhete de agradecimento.
  Ao chegar a sala ela se surpreendeu com mais um rosa em sua mesa e dessa vez com um bilhete acompanhando.
  "O almoço de hoje será mais cedo, espero que goste."
   -Não pode ser! - exclamou Amy.
   "No seu segundo mês de estágio na firma Ristof, Amy encontra um ramalhete de rosas em sua mesa com um bilhete ALMOÇA COMIGO?"
   Por que está acontecendo de novo?

4 comentários:

Rebeca Valadares!! disse...

Ohhhhhhhhhhhhhhh =o !!!

serginhow disse...

uiiaaa...ja da pra começar a fazer um livro hein..ehehhe

Melo † Avery disse...

lool
quando eu estagiava ninguém me pagava almoço nem me dava brioches TT

wicked disse...

amy safadênhaaa! kkkk ja esta toda ofereçadina pro cara, heheee (brincadeira)

Postar um comentário

Blog contents © Pitty3200 2010. Blogger Theme by Nymphont.